Brasil vence a Rússia e vai à semifinal

07 Jul 2016 10:21 RioMarca slideshow     Imprimir
Brasil vence a Rússia e vai à semifinal Foto: Brasil comemora a classificação para a semifinal

A seleção brasileira feminina de vôlei está na semifinal da edição 2016 do Grand Prix. Nesta quinta-feira (07.07), o Brasil venceu a Rússia por 3 sets a 0 (25/22, 25/10 e 25/21), em 1h15 de jogo, no Huamark Indoor Stadium, em Bangcoc, na Tailândia. Na outra partida do dia, a Holanda levou a melhor sobre a China por 3 sets a 2 (23/25, 25/14, 19/25, 25/20 e 15/8). O time verde e amarelo luta pelo 11º título.

O resultado contra as russas garantiu a equipe do treinador José Roberto Guimarães em primeiro lugar no grupo J. Rússia e Tailândia brigam pela segunda vaga do grupo na semifinal. No grupo K, a liderança é dos Estados Unidos. A Holanda está em segundo e a China em terceiro.

O Brasil folgará na rodada desta sexta-feira (08.07) e aguardará a definição do adversário da semifinal. As brasileiras disputarão a semifinal da competição às 5h (Horário de Brasília) deste sábado (09.07) contra o segundo colocado do grupo K. O SporTV transmitirá ao vivo.

A fase final é disputada de 6 a 10 de julho, pelas cinco equipes mais bem colocadas na etapa classificatória - Estados Unidos (1º), China (2º), Rússia (3º), Brasil (4º), Holanda (5º) - e a Tailândia, país sede. Os seis times foram divididos em dois grupos de três e jogarão entre si. As duas melhores equipes de cada grupo passarão para as semifinais. Brasil, Rússia e Tailândia formam o grupo J e Estados Unidos, China e Holanda estão no grupo K.

A oposta Sheilla brilhou na partida contra a Rússia e deixou a quadra como a maior pontuadora, com 14 acertos. A central Thaisa, com 13, e as ponteiras Natália, com 12, e Fê Garay, com 10, também pontuaram bem para as brasileiras. Pelo lado da Rússia quem mais marcou foi a oposta Goncharova, com 12 acertos.

A bicampeã olímpica Sheilla comentou sobre a vitória contra as russas e elogiou a atuação do Brasil.

"Gostei como jogamos a partida de hoje. A equipe atuou bem taticamente. Nós fomos eficientes no saque o que facilitou o nosso desempenho. Sabemos que a Rússia não contou com a Kosheleva que é uma grande atacante, mas estamos de parabéns pela nossa postura e pela velocidade que imprimimos na partida. Vejo a nossa equipe numa crescente", disse Sheilla.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da partida contra a Rússia e elogiou o saque brasileiro.

"Nosso time não é alto e precisa de um bom saque. Isso pode nos ajudar na nossa trajetória. O que me deixou feliz ontem e hoje foi o nosso saque mais agressivo e o fato do passe estar mais estável. Quando o time fica consistente começa a ficar interessante, mas é daí para mais", analisou José Roberto Guimarães.

O JOGO

O Brasil começou melhor e fez 4/2. A Rússia equilibrou a parcial e deixou tudo igual (5/5). As russas tinham um de vantagem no primeiro tempo técnico (8/7). Com Natália bem no ataque, o Brasil virou o marcador (10/8) e o técnico da Rússia pediu tempo. A paralisação fez bem as russas que voltaram a equilibrar o duelo (13/13). Com um boa sequência de saques da ponteira Fê Garay, o Brasil abriu dois pontos (16/14). A Rússia cresceu de produção, virou o marcador e foi a vez do treinador José Roberto Guimarães parar o jogo (18/17). O Brasil voltou melhor, comandou a parcial no final e venceu o set por 25/22.

O Brasil manteve o bom momento no início do segundo set e fez 4/0. Quando o placar estava 5/1 para o time verde e amarelo, o treinador russo pediu tempo. O Brasil seguiu melhor e, com um ponto de saque da ponteira Fê Garay, fez 9/4. O bloqueio brasileiro incomodava as russas e a diferença no marcador subiu para sete (13/6). Se aproveitando dos erros das russas, o Brasil fez 21/11. A equipe do treinador José Roberto Guimarães foi melhor até o final e venceu o segundo set por 25/10.

A terceira parcial começou equilibrada (3/3). A ponteira Natália se destacava e o Brasil abriu três pontos (8/5). O Brasil manteve o domínio da parcial e foi para o segundo tempo técnico com cinco de vantagem (16/11). O time verde e amarelo segurou uma reação da Rússia no final da parcial e venceu o set por 25/21 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES:

BRASIL - Dani Lins, Sheilla, Natália, Fê Garay, Thaisa e Fabiana. Líbero - Léia
Entraram - Roberta, Gabi, Jaqueline e Juciely
Técnico - José Roberto Guimarães

RÚSSIA - Kosianenko, Goncharova, Shcherban, Malykh, Zaryazhko e Fetisova. Líbero - Malova
Entraram - Malygina, Babeshina, Startseva, Ilchenko e Shlyakhovaya
Técnico - Yury Marichev


GALERIA DE FOTOS:

http://worldgrandprix.2016.fivb.com/en/group1/schedule/6949-russia-brazil/post#mediaGallery

Jogos do Brasil no Grand Prix

Rio de Janeiro (Brasil)

09.06 (Quinta-feira) - Brasil 3 x 1 Itália (23/25, 25/15, 25/15 e 27/25)
10.06 (Sexta-feira) - Brasil 3 x 0 Japão (25/20, 25/23 e 25/15)
12.06 (Domingo) - Brasil 3 x 0 Sérvia (25/20, 25/18 e 25/18)

Macau (China)

17.06 (Sexta-feira) - Brasil 2 x 3 Sérvia (25/16, 31/29, 19/25, 19/25 e 16/18)
18.05 (Sábado) - Brasil 3 x 1 Bélgica (23/25, 25/19, 25/15 e 25/18)
19.05 (Domingo) - Brasil 0 x 3 China (23/25, 16/25 e 20/25)

Ancara (Turquia)

24.06 (Sexta-feira) - Brasil 3 x 1 Itália (24/26, 25/22, 25/13 e 25/22)
25.06 (Sábado) - Brasil 3 x 1 Bélgica (13/25, 25/19, 25/16 e 25/18)
26.06 (Domingo) - Brasil 3 x 0 Turquia (25/14, 25/21 e 25/19)

Fase Final - Bangcoc (Tailândia)

06.07 (Quarta-feira) - Brasil 3 x 0 Tailândia (26/24, 25/16 e 25/11)
07.07 (Quinta-feira) - Brasil 3 x 0 Rússia (25/22, 25/10 e 25/21)

O Banco do Brasil é patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Parceiros Oficiais
2017 © Copyright CBV. Desenvolvimento: RioMarca Agência Web