Brasil vence a Holanda e está na final

09 Jul 2016 06:55 RioMarca slideshow     Imprimir
Brasil vence a Holanda e está na final Foto: Brasil disputará a decisão neste domingo e pode chegar ao 11º título

A seleção brasileira feminina de vôlei está na final da edição 2016 do Grand Prix. Neste sábado (09.07), o Brasil venceu a semifinal contra a Holanda por 3 sets a 0 (25/18, 25/16 e 25/23), em 1h14 de jogo, no Huamark Indoor Stadium, em Bangcoc, na Tailândia. As brasileiras buscam o 11º título da competição e enfrentarão os Estados Unidos na decisão.

O Brasil disputará a final do Grand Prix às 8h (Horário de Brasília) deste domingo (10.07) contra os Estados Unidos. O SporTV transmitirá ao vivo.


Com uma distribuição homogênea da levantadora Dani Lins, a pontuação das brasileiras foi equilibrada no confronto contra a Holanda. A ponteira Natália foi a maior pontuadora, com 13 acertos. A central Fabiana e a campeã olímpica Fernanda Garay, com 11, e a oposta Sheilla, com 10, também pontuaram bem pelo time do treinador José Roberto Guimarães. Pelo lado da Holanda, o destaque foi a ponteira Plak, com 10 pontos.

A levantadora Dani Lins elogiou um fundamento específico na vitória contra a Holanda e parabenizou o grupo pelo resultado.

"A equipe jogou muito bem e esteve solta durante toda a partida. O nosso saque funcionou e foi fundamental para quebrar o passe da Holanda e, com isso, conseguimos anular as principais jogadoras delas. O grupo está de parabéns pelo resultado e vamos com tudo para essa final amanhã", disse Dani Lins.

A central e capitã Fabiana ressaltou a obediência tática das brasileiras durante todo o confronto deste sábado.

"Esse foi um jogo importante para nós. Sabemos que a Holanda é uma equipe que tem evoluído bastante nos últimos anos. Hoje conseguimos sacar bem e dificultamos a vida da levantadora holandesa. Também fomos obedientes taticamente ao que a comissão técnica pediu antes da partida. É muito bom estarmos em mais uma final", afirmou Fabiana.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da partida contra a Holanda que culminou com a classificação para a final.

"O terceiro set foi complicado até o vigésimo ponto e não podemos deixar isso acontecer com um time como a Holanda. Elas têm crescido bastante nos últimos anos e todo o cuidado com essa equipe é pouco. No primeiro e no segundo set nós apresentamos um voleibol equilibrado. Nossas ações defensivas ainda poderiam ter sido melhores. Estamos treinando muito e vamos seguir em busca de evolução", analisou José Roberto Guimarães.

O JOGO

A parcial começou equilibrada. O Brasil foi para o primeiro tempo técnico com dois de vantagem (8/6). A central Thaisa conseguiu um ace e o time verde e amarelo abriu três pontos (11/8). A oposta Sheilla fez um ponto de ataque e o Brasil manteve dois de vantagem (16/14). Quando o time verde e amarelo fez 18/15, o treinador da Holanda, Giovanni Guidetti, pediu tempo. Mesmo com a paralisação o Brasil foi melhor até o final da parcial e venceu o primeiro set por 25/18.

Brasil manteve o bom momento no início do segundo set e fez 8/2. A levantadora Dani Lins jogava com velocidade e o time verde e amarelo abriu sete pontos (10/3). Com um ace da central Fabiana, as brasileiras fizeram 13/7. Na segunda parada técnica a equipe do treinador José Roberto Guimarães tinha cinco de vantagem (16/11). O Brasil dominou as ações na parte final da parcial e levou a melhor no segundo set por 25/16.

A Holanda voltou melhor para o terceiro set e fez 6/2. Neste momento, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. A Holanda seguiu melhor e fez 10/6. O Brasil cresceu de produção e, com um ace da oposta Sheilla, encostou (12/11). A Holanda voltou a abrir no marcador e fez 19/17. As brasileiras deixaram tudo igual no vigésimo ponto. A equipe verde e amarela foi melhor na parte final da parcial e venceu o terceiro set por 25/23 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES:

BRASIL - Dani Lins, Sheilla, Natália, Fê Garay, Thaisa e Fabiana. Líbero - Camila Brait
Entraram - Roberta, Gabi e Mari Paraíba
Técnico - José Roberto Guimarães

HOLANDA - De Kruijf, Grothues, Steenbergen, Sloetjes, Buijs e Dijkema. Líbero - Knip
Entraram - Stoltenborg, Belien, Plak, Pietersen e Schoot
Técnico - Giovanni Guidetti

GALERIA DE FOTOS:

http://worldgrandprix.2016.fivb.com/en/group1/schedule/6952-brazil-netherlands/post

Jogos do Brasil no Grand Prix

Rio de Janeiro (Brasil)

09.06 (Quinta-feira) - Brasil 3 x 1 Itália (23/25, 25/15, 25/15 e 27/25)
10.06 (Sexta-feira) - Brasil 3 x 0 Japão (25/20, 25/23 e 25/15)
12.06 (Domingo) - Brasil 3 x 0 Sérvia (25/20, 25/18 e 25/18)

Macau (China)

17.06 (Sexta-feira) - Brasil 2 x 3 Sérvia (25/16, 31/29, 19/25, 19/25 e 16/18)
18.05 (Sábado) - Brasil 3 x 1 Bélgica (23/25, 25/19, 25/15 e 25/18)
19.05 (Domingo) - Brasil 0 x 3 China (23/25, 16/25 e 20/25)

Ancara (Turquia

24.06 (Sexta-feira) - Brasil 3 x 1 Itália (24/26, 25/22, 25/13 e 25/22)
25.06 (Sábado) - Brasil 3 x 1 Bélgica (13/25, 25/19, 25/16 e 25/18)
26.06 (Domingo) - Brasil 3 x 0 Turquia (25/14, 25/21 e 25/19)

Fase Final - Bangcoc (Tailândia)

06.07 (Quarta-feira) - Brasil 3 x 0 Tailândia (26/24, 25/16 e 25/11)
07.07 (Quinta-feira) - Brasil 3 x 0 Rússia (25/22, 25/10 e 25/21)

Semifinal

09.07 (Sábado) - Brasil 3 x 0 Holanda (25/18, 25/16 e 25/23)

O Banco do Brasil é patrocinador oficial do voleibol brasileiro

 

Parceiros Oficiais
2017 © Copyright CBV. Desenvolvimento: RioMarca Agência Web