Brasil supera o Japão e segue na briga pelo 11º título

24 Jul 2015 20:24 GrandPrix     Imprimir
Brasil supera o Japão e segue na briga pelo 11º título Foto: Juciely foi o destaque do jogo contra o Japão, com 19 acertos / Divulgação/FIVB

A seleção brasileira feminina de vôlei segue na briga pelo 11º título do Grand Prix. Depois de ser superado pela Rússia na rodada passada, o Brasil venceu o Japão, nesta sexta-feira (24.07), por 3 sets a 0 (25/21, 25/23 e 25/16), em 1h22 de jogo, no CenturyLink Center, em Omaha, nos Estados Unidos. Foi a 11ª vitória em 12 jogos do time verde e amarelo na competição. 

Na classificação geral do Grand Prix, a Rússia lidera com seis pontos. Os Estados Unidos estão em segundo lugar, com a mesma pontuação das russas, mas com um pior saldo de sets. O Brasil aparece em terceiro lugar também com seis pontos, mas com um jogo a mais do que norte-americanas e russas que se enfrentarão ainda nesta sexta-feira. 

O próximo desafio do Brasil na competição será os Estados Unidos às 19h10 (Horário de Brasília) deste sábado (25.07). O SporTV transmitirá ao vivo. 

A central Juciely foi o destaque do jogo, com 19 pontos (10 de ataque, oito de bloqueio e um de saque). A ponteira Natália e a central Carol, com 13 acertos cada, também pontuaram bem pelas brasileiras. Pelo Japão, a atacante Koga foi quem mais marcou, com 12 pontos. 

Ao final da partida, a atacante Juciely comentou sobre a atuação do Brasil e parabenizou o grupo pela superação depois do resultado negativo contra a Rússia. 

“Estou feliz pela equipe. Conseguimos sair de um momento difícil depois da derrota para a Rússia. Fizemos o nosso jogo e alcançamos uma vitória importante. O Japão é uma equipe que não desiste e que tem muito volume de jogo, mas o grupo jogou bem taticamente e tivemos paciência durante toda a partida”, afirmou Juciely. 

A ponteira Gabi, que marcou nove pontos na partida, falou sobre a importância do resultado para a sequência do campeonato. 

“Precisávamos dessa vitória. Não é fácil se recuperar de uma derrota como a de ontem contra a Rússia. O grupo se comportou muito bem e fizemos o nosso jogo. Vamos seguir lutando em busca desse título até a última partida”, afirmou Gabi. 

O treinador Paulo Coco elogiou a postura do Brasil e falou sobre o adversário das brasileiras na partida deste sábado. 

“Nossa postura foi completamente diferente. Nós vamos continuar lutando por esse título. Agora, nós vamos encarar os Estados Unidos, que têm jogado o melhor vôlei do mundo, mas ninguém é invencível. Vamos lutar até o fim para tentar ser campeão”, afirmou Paulo Coco. 

O JOGO 

O primeiro set começou equilibrado (6/6). O Japão tinha um de vantagem no primeiro tempo técnico (8/7). Com Natália bem no ataque, o Brasil virou o marcador (10/9). A central Juciely se destacava e o time verde e amarelo abriu dois pontos (15/13). Numa boa sequência de saques da ponteira Saori Kimura, o Japão encostou no marcador (19/18). Bem no bloqueio, o Brasil segurou a vantagem e venceu o primeiro set por 25/21. 

Japão voltou melhor para o segundo set e fez 3/0. A central Juciely conseguiu um ponto de bloqueio e o Brasil empatou (7/7). Com um bom contra-ataque da ponteira Gabi, o Brasil virou o marcador (11/10). Bem no saque, o Japão cresceu de produção e retomou a liderança (14/13). Numa boa sequência de saques da levantadora Roberta, o Brasil abriu quatro pontos (22/18). As brasileiras seguiram melhores até o final e venceram a segunda parcial por 25/22. 

O Brasil manteve o bom momento no início do terceiro set e fez 8/4. Com um ace da central Carol, a diferença no marcador subiu para seis pontos (10/4). A também central Juciely se destacava no saque e no bloqueio e o Brasil fez 16/9. As brasileiras seguraram a vantagem até o final e venceram o set por 25/16 e o jogo por 3 sets a 0. 

Entenda a fase final

Na fase final, todos os pontos da fase classificatória serão eliminados e as equipes jogarão entre elas, e a seleção que fizer o maior número de pontos será coroada campeã. O Brasil é o atual bicampeão da competição e luta pelo 11º título. 

EQUIPES: 

BRASIL: Dani Lins, Monique, Natália, Gabi, Juciely e Carol. Líbero – Leía   

Entraram:  Ivna, Roberta e Suelle
 
Técnico – Paulo Coco 

JAPÃO: Nagaoka, Koto, Koga, Shimamura, Ishii e Otake. Líbero -  Sato
 
Entraram: Saori, Uchiseto, Sakoda, Miyashita e Nabeya.   

Técnico – Manabe
 
GALERIA DE FOTOS:

http://worldgrandprix.2015.fivb.com/en/preliminary-round-group1/schedule/5851-brazil-japan/post#mediaGallery

GRAND PRIX 2015
BANGCOC (TAILÂNDIA) 

(03.07) – Brasil 3 x 1 Japão (21/25, 25/21, 25/17 e 27/25) 

(04.07) – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/20, 25/15 e 25/15) 

 (05.07) – Brasil 3 x 0 Tailândia (25/18, 25/13 e 25/23) 

SÃO PAULO (BRASIL) 

(10.07) – Brasil 3 x 0 Bélgica (25/17, 25/16 e 25/14)  

(11.07) – Brasil 3 x 1 Tailândia (25/23, 20/25, 25/14 e 25/19) 

(12.07) – Brasil 3 x 0 Alemanha (26/24, 25/22 e 26/24)

CATANIA (ITÁLIA) 

(16.07) – Brasil 3 x 0 Rússia (25/18, 25/14 e 25/17) 

(17.07) – Brasil 3 x 0 Bélgica (25/14, 25/17 e 25/23) 

(18.07) – Brasil 3 x 0 Itália (25/17, 26/24 e 25/17)  
 
FASE FINAL 

(22.07) – Brasil 3 x 1 China (23/25, 25/20, 25/16 e 25/14) 

(23.07) – Brasil 0 x 3 Rússia (19/25, 26/28 e 19/25)
 
(24.07) – Brasil 3 x 0 Japão (25/21, 25/23 e 25/16) 

(25.07) – Brasil x Estados Unidos, às 19h10 (Horário de Brasília) 
Transmissão: SporTV 

(26.07) – Brasil x Itália, às 17h10 (Horário de Brasília) 
Transmissão: SporTV

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro

Patrocinadores

Banco do Brasil - Patrocinador oficial do vôlei brasileiro Olimpykus Ministério do Esporte Gol Mikasa Gatorade Nivia EY - Building a better working world
2017 © Copyright CBV. Desenvolvimento: RioMarca Agência Web